microempreendedor individual como funciona

O que é microempreendedor individual como funciona

O que é Microempreendedor Individual (MEI)?

O Microempreendedor Individual (MEI) é um tipo de empresa simplificada para pessoas que desejam trabalhar por conta própria e possuem um faturamento bruto anual de até R$ 81.000,00.

Como funciona o MEI?

Para se tornar um MEI, o empreendedor deve se inscrever no Portal do Empreendedor (https://www.gov.br/mei/pt-br) e atender aos seguintes requisitos:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Não ser titular, sócio ou administrador de outra empresa;
  • Exercer atividade econômica permitida para MEI;
  • Faturar até R$ 81.000,00 por ano;
  • Não ter participado do MEI nos últimos cinco anos;
  • Não ser servidor público.

Vantagens do MEI:

  • Formalização: Legaliza o trabalho autônomo, permitindo a emissão de notas fiscais e contratação de um funcionário;
  • Impostos reduzidos: O MEI recolhe tributos de forma simplificada, pagando uma única guia mensal (DAS);
  • Benefícios sociais: O MEI tem direito a benefícios previdenciários, como auxílio-doença e aposentadoria por idade;
  • Crédito: Acesso facilitado a linhas de crédito para pequenas empresas.

O que o MEI pode fazer:

  • Prestar serviços como autônomo;
  • Produzir e vender produtos artesanais;
  • Comercializar produtos industrializados;
  • Realizar atividades de prestação de serviços ou de comércio.

O que o MEI não pode fazer:

  • Exercer atividades empresariais de alto risco, como comércio de armas ou produtos químicos;
  • Prestar serviços profissionais, como advogado ou médico;
  • Ter participação em outra empresa;
  • Faturar mais de R$ 81.000,00 por ano.

Passo a passo para se tornar um MEI:

  1. Acesse o Portal do Empreendedor: https://www.gov.br/mei/pt-br;
  2. Clique em "Formalize-se";
  3. Preencha o cadastro com seus dados pessoais e informações da sua atividade;
  4. Escolha o nome da sua empresa;
  5. Gere o Certificado de Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI).

Para que serve microempreendedor individual como funciona

O que é um Microempreendedor Individual (MEI)?

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma categoria empresarial simplificada criada pelo Governo Federal em 2008 para formalizar trabalhadores autônomos e pequenos negócios.

Requisitos para ser MEI:

  • Ter faturamento anual de até R$ 81.000,00.
  • Não ser sócio, administrador ou titular de outra empresa.
  • Exercer apenas uma atividade econômica.
  • Ter no máximo um funcionário contratado.

Como funciona o MEI:

  1. Formalização: O trabalhador autônomo ou dono do pequeno negócio deve se cadastrar no Portal do Empreendedor (https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedorismo/quero-ser-mei).
  2. Pagamento de contribuições mensais: O MEI deve pagar uma contribuição mensal fixa, que inclui:

    • INSS (Instituto Nacional do Seguro Social)
    • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) ou ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza), dependendo da atividade exercida
    • Contribuição para o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas)
  3. Emissão de notas fiscais: O MEI deve emitir notas fiscais de consumidor (NFC-e) para todas as vendas de produtos ou serviços.

  4. Declaração Anual: Anualmente, o MEI deve fazer a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-SIMEI).

Vantagens de ser MEI:

  • Formalização do negócio
  • Acesso a benefícios sociais (auxílio-doença, salário-maternidade, aposentadoria)
  • Isenção de alguns impostos e taxas
  • Acesso a linhas de crédito especiais
  • Suporte técnico e capacitação pelo SEBRAE

Observações:

  • O MEI não pode contratar mais de um funcionário.
  • Se o faturamento ultrapassar o limite de R$ 81.000,00, o MEI será automaticamente desenquadrado e precisará migrar para outra categoria empresarial.
  • O MEI não pode ter outra empresa em seu nome.
  • O MEI é responsável pelo recolhimento e pagamento de seus impostos e contribuições.

Significado microempreendedor individual como funciona

Microempreendedor Individual (MEI)

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma figura jurídica criada em 2008 pelo Governo Federal para formalizar trabalhadores autônomos e microempreendedores.

Como Funciona

Para se tornar um MEI, o trabalhador deve atender aos seguintes requisitos:

  • Faturar até R$ 81.000,00 por ano;
  • Não ser sócio, administrador ou titular de outra empresa;
  • Exercer uma atividade econômica permitida pelo MEI (lista disponível no Portal do Empreendedor);
  • Ser maior de 18 anos ou emancipado;
  • Não ter vínculo empregatício ativo (CLT).

Benefícios do MEI

  • Formalização da atividade;
  • Acesso a direitos previdenciários (aposentadoria por idade, auxílio-doença, salário-maternidade);
  • Emissão de notas fiscais;
  • Acesso a linhas de crédito;
  • Cobertura previdenciária para dependentes (cônjuge ou filho);
  • Pagamento mensal unificado (DAS-MEI), que inclui tributos (INSS, ISS e ICMS, quando devido).

Como se Formalizar como MEI

O processo de formalização do MEI é feito online, através do Portal do Empreendedor (www.gov.br/mei). Basta seguir os passos abaixo:

  1. Acesse o site e clique em "Formalize-se";
  2. Preencha o formulário com seus dados pessoais e de atividade econômica;
  3. Escolha o nome fantasia da sua empresa (opcional);
  4. Imprima o seu Certificado de Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI);
  5. Pague o DAS-MEI mensalmente (vencimento até o dia 20 de cada mês).

Observações Importantes

  • O MEI pode contratar um funcionário, mas o salário não pode ultrapassar um salário-mínimo ou o limite de R$ 81.000,00 anuais;
  • O MEI não tem direito ao FGTS;
  • O MEI não precisa ter um local físico para exercer sua atividade, mas pode optar por declarar um endereço comercial;
  • É importante guardar todos os comprovantes de pagamento do DAS-MEI para comprovação de regularidade junto ao INSS.

Como funciona microempreendedor individual como funciona

Como Funciona o Microempreendedor Individual (MEI)

O que é o MEI?

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma categoria jurídica criada pelo Governo Federal para formalizar trabalhadores autônomos e pequenos empresários com faturamento anual de até R$ 81.000,00.

Como se tornar um MEI?

Para se tornar um MEI, é necessário:

  • Ter entre 18 e 64 anos
  • Não ser sócio ou titular de outra empresa
  • Exercer uma das atividades permitidas pela lista de ocupações do MEI
  • Faturar no máximo R$ 81.000,00 por ano (inclusive vendas a prazo)
  • Não ter empregados
  • Se inscrever no Portal do Empreendedor

Benefícios do MEI:

  • Formalização como empresário
  • CNPJ e Inscrição Estadual
  • Acesso ao mercado formal
  • Emissão de notas fiscais eletrônicas
  • Possibilidade de contratar um funcionário
  • Cobertura previdenciária (INSS)
  • Benefícios sociais (auxílio-doença, salário-maternidade, etc.)

Custos e Tributos do MEI:

O MEI paga um valor mensal fixo, chamado DAS (Documento de Arrecadação Simplificada). O valor do DAS inclui:

  • Tributo Federal (INSS): R$ 56,00
  • Tributo Estadual (ICMS): Varia conforme o estado
  • Tributo Municipal (ISS): Varia conforme o município

Como calcular o DAS:

O valor do DAS pode variar de acordo com o estado e município onde o MEI está localizado. É possível calcular o DAS no Portal do Empreendedor: https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedor

Obrigações do MEI:

  • Pagar o DAS mensalmente
  • Emitir notas fiscais eletrônicas para vendas acima de R$ 250,00
  • Declarar o Imposto de Renda anualmente
  • Manter registros contábeis simples

Observações:

  • O MEI não pode prestar serviços a empresas das quais já foi sócio ou titular.
  • O MEI pode exercer apenas uma atividade econômica.
  • O faturamento anual do MEI é limitado a R$ 81.000,00. Caso ultrapasse esse valor, o MEI deverá optar por outro tipo de empresa.

Como fazer microempreendedor individual como funciona

Como se tornar um Microempreendedor Individual (MEI)

1. Verifique se você atende aos requisitos:

  • Ser pessoa física maior de 18 anos
  • Ter um negócio com faturamento bruto anual de até R$ 81.000,00 (em 2023)
  • Não ser sócio, administrador ou titular de outra empresa
  • Não ser servidor público (exceto se for aposentado)

2. Formalize seu negócio:

  • Acesse o Portal do Empreendedor (https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedor)
  • Clique em "Formalize-se"
  • Preencha o formulário com seus dados pessoais e do seu negócio
  • Escolha o CNAE (Código Nacional de Atividades Econômicas) que corresponde à sua atividade
  • Informe seu endereço comercial e residencial

3. Informe seus dados bancários:

  • Você precisará criar uma conta bancária em seu nome (MEI)
  • Informe o número da conta e da agência no Portal do Empreendedor

4. Pague as contribuições mensais:

  • O MEI é obrigado a pagar uma contribuição mensal fixa, conhecida como DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional)
  • O valor da DAS varia de acordo com o CNAE
  • O pagamento deve ser feito até o dia 20 de cada mês

5. Emita notas fiscais:

  • O MEI é isento de emissão de notas fiscais
  • No entanto, pode emitir recibos avulsos para comprovar suas vendas

Benefícios de ser MEI:

  • Legalização do seu negócio
  • Acesso a benefícios sociais, como auxílio-maternidade e auxílio-doença
  • Contribuição previdenciária reduzida
  • Isenção de impostos (ICMS e ISS) com faturamento anual até R$ 20.000,00

Observações:

  • O MEI não pode contratar empregados
  • O faturamento anual do MEI não pode ultrapassar R$ 81.000,00
  • O MEI é responsável por manter sua declaração de Imposto de Renda em dia
  • Em caso de dúvidas, consulte o Portal do Empreendedor ou procure uma unidade do SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas)

Autores microempreendedor individual como funciona

Como funciona o MEI (Microempreendedor Individual)?

O MEI é uma categoria empresarial simplificada criada para formalizar trabalhadores autônomos e pequenos empresários com faturamento anual de até R$ 81.000,00.

Principais características do MEI:

  • Formalização simplificada: Registro realizado online, sem burocracia.
  • Tributação reduzida: DAS (Documento de Arrecadação Simplificada) que unifica todos os impostos (INSS, ICMS, IPI, ISS) em um único pagamento mensal.
  • Acesso a benefícios: CNPJ, nota fiscal, direito a licença-maternidade e auxílio-doença.
  • Limite de faturamento: Até R$ 81.000,00 por ano.

Quem pode ser MEI:

  • Trabalhadores autônomos que prestam serviços ou vendem produtos.
  • Microempresários com até 1 funcionário.
  • Profissionais liberais que não têm vínculo empregatício.

Atividades permitidas para MEI:

  • Venda de produtos alimentícios artesanais.
  • Fabricação de produtos artesanais.
  • Prestação de serviços de beleza e estética.
  • Manutenção e reparos de veículos.
  • Entre outras atividades definidas pelo Anexo XI da Resolução CGSN nº 140/2018.

Como se registrar como MEI:

  1. Acesse o Portal do Empreendedor (https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedor);
  2. Clique em "Formalize-se" e selecione "Microempreendedor Individual (MEI)";
  3. Preencha o formulário de inscrição e siga as orientações da plataforma.

Obrigações do MEI:

  • Pagamento mensal do DAS.
  • Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-SIMEI).
  • Emissão de nota fiscal para vendas acima de R$ 5.000,00.
  • Manutenção de livro-caixa (opcional).

Tipos microempreendedor individual como funciona

Tipos de Microempreendedor Individual (MEI)

O MEI é uma categoria empresarial simplificada que permite que pessoas físicas exerçam atividades econômicas de forma formal. Existem dois tipos de MEI:

1. MEI Urbano

  • Atividades permitidas:
    • Comércio (varejo e atacado)
    • Prestação de serviços (exceto atividades intelectuais e de saúde)

2. MEI Rural

  • Atividades permitidas:
    • Produção rural (agricultura, pecuária, pesca)
    • Prestação de serviços relacionados à produção rural (exceto atividades intelectuais e de saúde)

Como funciona o MEI

1. Registro:

  • Faça o cadastro no Portal do Empreendedor (https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br/empreendedor)
  • Informe o tipo de atividade que irá exercer (urbano ou rural)
  • Pague a taxa de registro (mensalidade)

2. Obrigações:

  • Emitir notas fiscais para todas as operações
  • Declarar o faturamento mensalmente (DASN-Simei)
  • Pagar a mensalidade do MEI (R$ 60,60 em 2023)
  • Manter as obrigações trabalhistas, se houver empregados

3. Benefícios:

  • Formalização da atividade econômica
  • Acesso a benefícios previdenciários (auxílio-maternidade, aposentadoria)
  • Isenção de alguns impostos (IR, PIS/Cofins)
  • Linhas de crédito facilitadas

Limites:

  • Faturamento anual máximo: R$ 81.000,00
  • Contratação de até 1 empregado
  • Exercício de apenas uma atividade

Conclusão microempreendedor individual como funciona

Conclusão: Como Funciona o Microempreendedor Individual (MEI)

O Microempreendedor Individual (MEI) é um regime tributário simplificado voltado para profissionais autônomos e pequenas empresas com faturamento anual de até R$ 81.000,00. Ele oferece uma série de benefícios e simplificações, como:

  • Emissão de nota fiscal eletrônica (NF-e);
  • Pagamento de impostos unificados mensalmente;
  • Acesso a benefícios previdenciários básicos (aposentadoria por idade, auxílio-doença, salário-maternidade);
  • Isenção de alguns impostos, como IRPF e IPI.

Etapas para se Tornar um MEI:

  1. Formalize-se: Acesse o Portal do Empreendedor e preencha o cadastro.
  2. Escolha uma atividade permitida: Verifique a lista de atividades permitidas para MEI no site do Sebrae.
  3. Defina seu local de trabalho: Informe o endereço onde exercerá sua atividade.
  4. Emita Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e): Utilize um software emissor de NF-e para emitir notas fiscais eletrônicas sempre que realizar uma venda ou prestar um serviço.
  5. Pague seus Impostos Mensalmente: O MEI paga uma contribuição mensal fixa, que inclui impostos, contribuições previdenciárias e ICMS ou ISS, dependendo da atividade exercida.

Lembre-se de que o MEI tem algumas limitações, como:

  • Não pode ter sócios ou empregados (exceto estagiários);
  • Não pode faturar mais de R$ 81.000,00 por ano;
  • Não pode exercer algumas atividades, como as que envolvem produtos ou serviços sujeitos à fiscalização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em resumo, o MEI é uma opção vantajosa para quem quer formalizar seu negócio e contar com benefícios previdenciários básicos, além de simplificações tributárias.

Perguntas Frequentes microempreendedor individual como funciona

O que é um Microempreendedor Individual (MEI)?

É uma categoria empresarial simplificada para trabalhadores autônomos que faturam até R$ 81 mil por ano.

Quais as vantagens de ser MEI?

  • Formalização simples e rápida;
  • Baixos tributos mensais (DAS);
  • Acesso a benefícios previdenciários (aposentadoria, auxílio-doença e salário-maternidade);
  • Dispensa de emissão de notas fiscais;
  • Possibilidade de contratar um funcionário.

Como se tornar MEI?

  1. Acesse o Portal do Empreendedor: https://www.gov.br/mei;
  2. Clique em "Formalize-se" e preencha o formulário;
  3. Informe os dados pessoais, endereço comercial e atividades exercidas;
  4. Escolha a forma de pagamento do DAS (boleto ou débito automático);
  5. Pague a primeira mensalidade do DAS.

Como funciona o pagamento do DAS (Documento de Arrecadação Simplificada)?

O DAS é a obrigação tributária mensal do MEI. Ele inclui os seguintes impostos e contribuições:

  • INSS (8% do salário mínimo);
  • ICMS (1%);
  • ISS (5%).

O valor do DAS varia de acordo com a atividade exercida. Consulte o Portal do Empreendedor para saber o valor exato.

Posso contratar um funcionário como MEI?

Sim, o MEI pode contratar um funcionário com salário mínimo ou superior. No entanto, é necessário cumprir as obrigações trabalhistas, como pagamento de FGTS e INSS.

O MEI pode emitir notas fiscais?

O MEI não é obrigado a emitir notas fiscais. No entanto, pode optar por emiti-las para clientes que solicitem. Neste caso, é necessário emitir a Nota Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e) pelo site da Receita Federal.

Qual o limite de faturamento anual para MEI?

R$ 81 mil. Se ultrapassar esse valor, o MEI será excluído da categoria e perderá os benefícios.

Reading next

caraicarai

Leave a comment

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.